Notícia

TJ PE

Concurso TJPE 2017: Edital programado para este mês!

TJ PE

 

A espera está chegando ao fim! O concurso público para o quadro de apoio do Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco (Concurso TJPE) tem edital programado para até o fim deste mês. O organizador será o Instituto IBFC.

 

Segundo notícia veiculada pelo TJPE, a previsão é aplicar as provas em agosto.  Representantes do Instituto IBFC se reuniram no dia 17 de março com membros responsáveis pela elaboração do certame e pela gestão de pessoas do Tribunal, o objetivo do encontro era a criação de um calendário preliminar para o certame e firmar a parceria na elaboração e desenvolvimento do concurso através de um contrato oficial.

 

A taxa de inscrição do concurso TJPE não deve ultrapassar 90,00 (noventa reais) para os cargos efetivos que exigem formação de nível superior, e R$ 70,00 (setenta reais) para os cargos efetivos que exigem formação de nível médio.

 

A oferta inicial será de 60 vagas para as carreiras de técnico e analista. De acordo com a minuta de contrato, os candidatos serão avaliados por meio de provas objetivas, acrescida de prova discursiva ou estudo de caso conforme o cargo – acesse abaixo o quadro de vagas. Os exames serão aplicados em Araripina – PE, Arcoverde – PE, Carpina – PE, Caruaru – PE, Garanhuns – PE, Jaboatão dos Guararapes – PE, Limoeiro – PE, Olinda – PE, Palmares – PE, Pesqueira – PE,  Petrolina – PE, Recife – PE, Salgueiro – PE, Serra Talhada – PE e Vitória de Santo Antão – PE.

 

O termo de referência do concurso informa, ainda, que os exames discursivos deverão ser corrigidas até 100 vezes o quantitativo de vagas oferecidas, inclusive quando for Cadastro de Reserva. A justificativa do tribunal para esse grande volume de correções é devido à grande quantidade de nomeações que ocorrem durante a validade do concurso, em virtude de reposições, conforme ocorreu nos concursos anteriores e considerando, ainda, a possibilidade de o certame ser prorrogado por mais dois anos, a critério da Administração.

 

Como se não bastassem os atrativos da carreira e a possibilidade de milhares de efetivações durante o prazo de validade do novo concurso, há ainda o grande número de contratações que o tribunal tem o costume de realizar durante a validade de um concurso. No de 2011, mais de mil aprovados foram convocados durante a validade, que terminou em março deste ano. O número corresponde a mais de 14 vezes o de oportunidades inicialmente abertas, de 230. No de 2006 não foi diferente. Ofertando 269 vagas em edital, o tribunal convocou mais de 3,7 mil candidatos, número que representa 15 vezes a mais que a oferta de vagas imediatas

 

Fonte: blog.grancursos