Notícia

PF

Concurso PF 2017: 1.200 vagas para graduados em qualquer área

PF
 
Quem tem o nível superior em qualquer área encontrará no concurso PF 2017, previsto para este ano, duas boas opções: agente policial ou escrivão. As duas funções somam 1.200 vagas (600 para cada uma), e têm a mesma remuneração, de R$11.897,86.
 
Devido aos atrativos, participar dessa seleção em pauta requer uma preparação bem antecipada, já que a concorrência nos concursos da corporação é grande. Trata-se de uma excelente oportunidade também para se conquistar estabilidade no emprego, já que as contratações ocorrerão pelo regime estatutário.

 

Fique por dentro dos detalhes desse concurso

 

No entanto, é objetivo da PF prencher outras 558 vagas, sendo 491 de delegado e 67 de perito. As duas funções têm remuneração inicial de R$22.102,37. Para concorrer ao primeiro cargo é necessário formação em Direito e três anos de experiência em atividade jurídica ou policial. Já os peritos precisarão ter graduação em áreas específicas a serem exigidas pela PF, no edital.

 
Além do nível superior, em todas as quatro carreiras será exigida também carteira de habilitação, na categoria B ou superior. O diretor geral da Polícia Federal já deu o aval para a abertura do concurso PF 2017, mas a corporação aguarda o sinal verde do Ministério do Planejamento, que terá que liberar a dotação orçamentária.
 
É provável que a estrutura dos últimos concursos seja mantida. Nas seleções anteriores, que ficaram a cargo do Cebraspe (antigo Cespe/UnB), foram propostas provas objetivas e discursivas, exame de aptidão física, exame médico, avaliação psicológica, avaliação de títulos, prova oral (apenas delegado) e curso de formação profissional, realizados em todo o Brasil.
 
Já as lotações ocorreram inicialmente em regiões de fronteira. O último concurso para agente foi realizado em 2014, enquanto a seleção mais recente para escrivão e delegado foi em 2012. A carreira de agente policial é a com maior déficit hoje na PF.
 
Fonte: Folha Dirigida